Elevado número de acidentes, falta de sinalização e imprudência voltam a ser debatidos em Oeiras

por rogerio — publicado 27/05/2015 09h50, última modificação 27/05/2015 11h35
Mais uma vez a situação no transito de Oeiras foi assunto de destaque na sessão da Câmara de Vereadores da última segunda-feira, 25. O elevado número de acidentes já havia sido debatido em sessões anteriores, e agora os vereadores Oeiras citaram o fato da cidade está entre os cinco municípios do estado com maior número de ocorrências de acidentes.
Elevado número de acidentes, falta de sinalização e imprudência voltam a ser debatidos em Oeiras

Vereadores de Oeiras

Expedito Martins (PcdoB), foto ao lado, ressalta que o consumo de álcool e alta velocidade por parte dos motociclistas e motoristas ao conduzir os meios e transportes, está ligado a esses números. “É uma constatação do próprio ministro da saúde Arthur Chioro  ao informar que o Piauí é o numero 1 em acidentes no Brasil”, ressaltou o vereador.

Outros vereadores associaram diversos fatores para contribuir com esse número. É o exemplo do vereador Nilson Miranda (PTN) , que enfatizou a falta e fiscalização como principal motivador de acidentes.

Miguel Ângelo do (PMDB) abordou a questão de existir  mais educação no trânsito na região de Oeiras. “Devemos tomaras providencias. A gestão municipal iniciou uma campanha e depois parou sem ter resolvido o problema”, pontuou”, disse o vereador.

Já Emerson Gonzaga (PTB), voltou a concordar com alguns colegas e afirmou que só sinalização não é o suficiente. Para ele, a falta de conscientização dos condutores no transito, da forma que está,  mesmo com a sinalização, não vai resolver.