Câmara aprova projeto institui Dia Municipal de Luta contra Medicalização em Oeiras

por Sueli Rodrigues publicado 02/07/2019 12h25, última modificação 02/07/2019 12h25
O projeto prevê, ainda, a realização do Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade.

A Câmara Municipal de Oeiras aprovou, na sessão plenária de segunda-feira, 24, o projeto de lei que institui o dia 11 de novembro como Dia Municipal de Luta contra Medicalização da Educação e da Sociedade em Oeiras.

Medicalização é o processo de transformação de questões de diferentes ordens em problemas médicos. “Assim, preocupações que deveriam ser tratadas como políticas sociais, culturais ou afetivas, se tornam “distúrbios” e “transtornos” e a responsabilidade por eles são de se seus verdadeiros causadores. Com base nessa definição, vem sendo levado pela sociedade um movimento que procura esclarecer essa questão e orientando os envolvidos no problema, esclarecendo o equívoco”, defende o psicólogo João Amorim, que fundamentou o projeto.

O projeto prevê, ainda, a realização do Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade, que tem o intuito de articular entidades, grupos e pessoas para o enfrentamento e a superação do fenômeno da medicalização.