As potencialidades turísticas culturais de Oeiras

por rogerio — publicado 09/10/2015 08h50, última modificação 09/10/2015 09h00
As potencialidades turísticas culturais de Oeiras

Museu de Artes Sacra de Oeiras ( Foto: CCOM-PI )

Fundada no século XVII, Oeiras é uma das cidades coloniais originadas das primeiras vilas do Brasil. Situado no semiárido do centro sul piauiense, o município é receptor das povoações que chegaram trazendo gado do litoral para o interior formando os primeiros núcleos populacionais, as primeiras fazendas que mais tarde deram origem a vila que virou cidade e, mais tarde, capital do Piauí.  

 

Mapa de Oeiras ( Arquivo pessoal historiador Júnior Vianna). 

 

Mapa de Oeiras ( Arquivo pessoal historiador Júnior Vianna).

 


Oeiras é considerada um museu a céu aberto por ter sediado os primeiros organismos de poder. A cidade guarda um verdadeiro arcabouço arquitetônico com a seus traços culturais expressados nas ruas, casarios, casarões, os palácios e as igrejas que tem origem da arquitetura portuguesa.

“A igreja católica teve bastante influência juntamente com a coroa portuguesa, que estavam ligadas intimamente com a chegada da igreja nesta cidade (Oeiras) que tem o primeiro templo regular do Piauí que data de 1733. O que faz de Oeiras um museu a céu aberto à visitação do turismo e histórico religioso com imagens de madeira algumas delas portuguesas”, comenta Stefano Ferreira secretário municipal de Cultura e Turismo de Oeiras.

Os potenciais turísticos  

 

Imagem Nossa Senhora da Vitória, Bispo Dom Juarez Soares e o Prefeito de Oeiras Lukano Sá

 

 Imagem Nossa Senhora da Vitória, Bispo Dom Juarez 
Soares e o Prefeito de Oeiras Lukano Sá

 

 Recentemente Oeiras voltou a chamar a atenção turismo histórico e religioso com o retorno da imagem primitiva da Nossa Senhora da Vitória à cidade. Hoje, a peça se encontra no museu de Arte Sacra de Oeiras. Para o secretário de Cultura e Turismo de Oeiras Stefano Ferreira, a religiosidade atrelada a história fez com que a cidade tenha se tornado uma referência do turismo histórico e religioso do Piauí.

 Semana Santa de Oeiras ( Imagens TV Meio Norte)
Semana Santa de Oeiras ( Imagens TV Meio Norte) 
 

“O principal atrativo turístico de Oeiras é a semana Santa. O poder público municipal anualmente faz um investimento na divulgação antes do evento e na transmissão ao vivo de todas as cerimônias, alcançando todas as cidades do Piauí e o meio norte do país, através da Rede Meio Norte de televisão chegando a outros estados Maranhão, Ceará e Pará. Além da disponibilização ao vivo pela internet que pode ser vista por qualquer parte do mundo.”, comenta o secretário.

Segundo o gestor, o resultado vem mostrando um aumento no fluxo de romeiros e turistas e aumentando a movimentação de pessoas que participam desses eventos e retornam no mesmo dia para as suas cidades.

Estruturação para recepcionar o turista em Oeiras

 Hotel e Parque Aquático SESC -OEIRAS-PI (Foto: SESC-PI)
Hotel e Parque Aquático SESC -OEIRAS-PI (Foto: SESC-PI)

 Oeiras conta com alguns pontos positivos em relação ao turismo. Acesso da capital em duas vias ambas com ótimas condições de pavimentação, crescimento da rede hoteleira na quantidade de leitos e preparação de profissionais.  

 

Stefano Ferreira - Secretário Mun. de Cultura e Turismo ( Foto: Márcio Daniel).
Stefano Ferreira – Secretário Mun. de Cultura e Turismo
( Foto: Márcio Daniel).

 

  “No ano passado com o SESC, em parceria com o município de Oeiras,e a doação do parque de lazer, o município recebeu em troca um centro de turismo e lazer que agrega entretenimento e um grande hotel de primeira linha. Sendo um ponto forte de motivação da vinda dos turistas para a cidade de Oeiras”,pontua Stefano Ferreira.

Potencialidades Culturais  

 

Junior Vianna - Historiador ( Foto: Márcio Daniel).
Junior Vianna – Historiador ( Foto: Márcio Daniel).

 

  “Oeiras permeia as tradições culturais e religiosas. A cidade vive intensamente esses rituais, sobretudo no período de Semana Santa época em que a população explicita essa intimidade que ela tem com a Igreja Católica fazendo das ruas da cidade um grande espetáculo. São onze dias de festividades onde se torna a potencialidade turística do município”, afirma o historiador Junior Vianna.


Com uma arquitetura colonial, a cidade ainda preservados detalhesdesse período.  E esse contexto faz de Oeiras uma cidade onde a população sente a necessidade de preservar aquilo que foi herdado pelos seus antepassados. Esse é o grande diferencial de Oeiras.  Um das cidades mais antigas do nosso país ela tem quase 300 anos e durante esse tempo foi se consolidando todo um arranjo cultural que faz dela um grande destino sobretudo a Semana Santa.


Movimento econômico gerado em torno das atividades turismo cultural e religioso

Na prédio do Palácio João Nepomuceno, onde funciona o Museu de Arte Sacra, há mais de vinte anos existe uma loja de artigos religiosos: a Velha Cap Armarinho. Lá são vendidas lembranças, imagens, camisas, bíblias, terços, rosários, imagens e esculturas uma grande variedade de artigos que o turista pode encontrar para levar como recordação. 

 

Artigos religiosos, lembranças, terços e muitos outros itens alusivos a Oeiras (Foto: Rogério Silva).
Artigos religiosos, lembranças, terços e muitos outros itens alusivos a Oeiras (Foto: Rogério Silva).

 

Durante a festividades da Semana Santa é comum encontrar vendedores ambulantes que percorrem várias cidades do país comercializando os mais diversos objetos sacros que fazem alusão a festa como rosários, terços, fitas imagens de santos entre outros. 

 

Vendedor ambulante Francisco Evanildo de Sousa, 45 anos, natural de Canindé-Ceará ( Foto: Rovernya Luz).
Vendedor ambulante Francisco Evanildo de Sousa, 45 anos, natural de Canindé-Ceará ( Foto: Rovernya Luz).

 

Durante as festividades da sexta-feira de Passos de 2015,o vendedor ambulante Francisco Evanildo de Sousa, 45 anos, natural de Canindé-Ceará, esteve em Oeiras. Ele conta que sua atividade comercial é voltada para o religioso, pois acompanha durante todo o ano as principais festas religiosas do país. Citou como exemplos: a festa de São Francisco no Canindé, Juazeiro do Padre Cicero, Círio de Nazaré, a Semana Santa de Oeiras como um dos maiores do Brasil.

Período de referência nacional no calendário turístico cultural e religioso a Semana Santa de Oeiras promove, além do turismo, o aquecimento econômico da cidade com o comercio temporário (vendedores ambulantes), rede hoteleira, restaurantes e todos os segmentos que estão ligados ao turismo local. Além das programações culturais (shows, apresentações artísticas, feiras de artesanatos) que acontecem simultaneamente ao calendário das festividades religiosas da Igreja Católica que tem grande influência na cultura da cidade.

 

Fonte: Portal Integração
http://portalintegracao.com/portal/as-potencialidades-turisticas-culturais-de-oeiras/ 

Por: Rogério Silva
Bacharelando em Jornalismo – Faculdade R. Sá